Ambiente, história, património, opinião, contos, pesca e humor

06
Abr 09

A crise está aí e todos procuramos fintá-la com expedientes e desenrascanços mais ou menos originais. Os comerciantes optam muitas vezes por promoções e saldos, de forma a impulsionarem as vendas e realizarem algum capital.

Em Faro, na Rua de Santo António o proprietário da "Tezenis" se bem pensou, melhor executou e obteve óptima publicidade para o seu estabelecimento, mesmo que todos perguntassem que tinha sido a besta que fizera o cartaz.

 

publicado por Brito Ribeiro às 11:19
tags:

04
Mar 09

Uma dona de casa recebe um amante todos os dias em casa, enquanto o marido trabalha.

Durante esse tempo, ela tranca o filho de 9 anos no armário do quarto.
Certo dia, o marido chega a casa e o amante ainda lá está. Então ela tranca o amante no armário onde estava o filho.
Ficaram lá um bocado, até que o miúdo diz:
- Tá escuro aqui...
- Está...
- Eu tenho uma bola de ténis para vender...
- Que giro!
- Queres comprar?
- Não!
- Pronto... Se preferes que eu diga ao meu pai...
- Quanto é que queres pela bola?
- 25 euros.
- Toma.
 
Uma semana depois, o marido torna a chegar cedo e o amante ainda está em casa.
O miúdo está no armário. O amante vai para o armário. Eles lá ficam em silêncio até que o miúdo diz:
- Tá escuro aqui...
- É, está.
- Eu tenho aqui uma raquete de ténis para vender por 150 euros.
- Que bom.
- Queres comprar?
- 150 euros??? É muito cara!!
- Se preferes que eu diga ao meu pai... É contigo..
- Nao, não... Eu compro.
- Aqui está.
 
Outra semana depois, o marido torna a chegar cedo. O amante está em casa. O miúdo está no armário. O amante vai para o armário.
Eles lá ficam em silêncio até que o miúdo diz:
 
- Tá escuro aqui...
- É, está.
- Eu tenho aqui umas sapatilhas da Nike para vender por 500 euros.
- Que bom para ti.
- Queres comprar?
- 500 euros??? Tás doido?!!
- Se preferes que eu diga ao meu pai... É contigo..
- Não não, eu compro, eu compro.
 
 No fim-de-semana, o pai chama o filho:
- Pega na bola e na raquete e vamos jogar.
- Não posso. Vendi tudo.
- Vendeste? Por quanto?
- 675 euros.
- Não podes enganar os teus amigos assim. Vou levar-te agora ao padre para te confessares.
 
 Chegando à igreja, o miúdo entra pela portinha do confessionário, ajoelha-se e fecha a portinha. Abre-se uma janelinha e aparece o padre.
- Meu filho, não temas a Deus, diz e Ele perdoar-te-á. Qual é o teu pecado?
- Tá escuro aqui, não tá?
- Não vais começar com essa merda outra vez, pois não???
 
publicado por Brito Ribeiro às 17:07
tags:

01
Fev 09

Há um tio de José Sócrates, chamado Dias Loureiro, frade mendicante que queria abrir um Banco Insular no Freeport de Alcochete em Cabo Verde.

 
Para isso, explicou aos deputados e à Judite de Sousa, que teve uma reunião informal com os dirigentes do BPP, sendo que, por engano, os repórteres de televisão passaram a tarde de ontem à porta do BPN, onde as autoridade policiais, sob as ordens da procuradora Felícia Cabrita, procuram dois bilhetes de cinema (do Freeport) utilizados por um fulano chamado Oliveira e Costa e por um inglês cujo nome me escapa... acho que é Smith ou assim parecido.
 
Dizem os jornais do dia que a conversa entre Oliveira e Costa e o tal inglês, o Smith, gravada em DVD por uma prima do cunhado de Vítor Constâncio, terá ocorrido durante a exibição de "La Grande Bouffe - O Filme", exibido no Forum de Almada, que terá sido construído em plena ZPE da A2, com financiamento da Quercus e supervisão dos analistas da OCDE.
publicado por Brito Ribeiro às 17:59
tags:

28
Out 08

-Tou??? Mariano Gago? É o Zé Sócrates. Oh, pá, ajuda-me aqui, porque o meu curso de informática foi tirado na Independente e o professor faltava muito. Estou a experimentar um destes novos computadores dos putos, o Magalhães, mas não consigo entrar na Internet! Estará fechada?

- Desculpa?....
- Aquilo fecha a que horas?
- Zé, meteste a Password?
- Sim! Quer dizer, copiei a da Maria de Lurdes.
- E não entra?
- Não, pá!
- Hmmm....deixa-me ver... qual é a Password dela?
- Cinco estrelinhas...
- Oh, Zé!....Bom, deixa lá agora isso, depois eu explico-te. E o resto, funciona?
- Também não consigo imprimir, pá! O computador diz: 'Cannot find printer'! Não percebo, pá, já levantei a impressora, pu-la mesmo em frente ao Monitor e o gajo sempre com a porcaria da mensagem, que não consegue encontrá-la, pá!
- Vamos tentar isto: desliga e torna a ligar e dá novamente ordem de impressão.
 
Sócrates desliga o telefone. Passados alguns minutos torna a ligar.
- Mariano, já posso dar a ordem de impressão?
- Olha lá, porque é que desligaste o telefone?
- Eh, pá! Foste tu que disseste, estás doido ou quê?
- Dá lá a ordem de impressão, a ver se desta vez resulta.
- Dou a ordem por escrito? É um despacho normal? Pode ser o meu chefe de gabinete?
- Oh, Zé... ooodasss... Eh, pá! esquece.... Vamos fazer assim: clica no 'Start' e depois...
- Mais devagar, mais devagar, pá! Não sou o Bill Gates...
- Se calhar o melhor ainda é eu passar por aí... Olha lá, e já tentaste enviar um mail?
- Eu bem queria, pá! Mas tens de me ensinar a fazer aquele circulozinho em volta do 'a'.
- O circulozinho...pois.... Bom... vamos voltar a tentar aquilo da impressora. Faz assim: começas por fechar todas as janelas, Ok?
- Espera aí...
- Zé?...estás aí?
 
Um minuto depois.
- Pronto, já fechei as janelas. Queres que corra os cortinados também?
-oodasss Zé.... Senta-te, OK? Estás a ver aquela cruzinha em cima, no lado direito?
- Não tenho cá cruzes no Gabinete, pá!... Sabes bem que não gosto disso!
- óóóóóóóóóóóóólha para a porra do monitor e vê se me consegues ao menos dizer isto: o que é que diz na parte debaixo do écran?
- Samsung.
- Eh, pá! Vai pró....
- Mariano?... Mariano?... Tá lá?... poooorrrrraaaa o que é que lhe deu?... Desligou....
 
publicado por Brito Ribeiro às 22:49
tags:

04
Out 08

 

 

publicado por Brito Ribeiro às 15:29
tags:

15
Jul 08

 

publicado por Brito Ribeiro às 15:31
tags:

24
Jun 08

 

 

publicado por Brito Ribeiro às 15:10
tags:

07
Mai 08
O pirralho estava a brincar no apartamento com um balão que tinha sobrado da sua festa de anos. Chutava para cá, chutava para lá, até que o balão acabou por entrar na casa de banho e foi cair justamente dentro da sanita.
Ele espreitou lá para dentro, viu o balão molhado, ficou com nojo, deixou-o ali mesmo e foi brincar com os carrinhos.
Pouco tempo depois o seu pai entrou apressado para aliviar os intestinos e sentou-se sem notar o balão. O almoço tinha sido muito pesado, e após ficar bem aliviado, olhou como era hábito, para dentro da retrete, ficando horrorizado com o espectáculo.
As suas fezes, muito moles, tinham coberto o balão e a impressão que se tinha era de um imenso, um absurdo, um gigantesco bolo fecal! Sem acreditar naquilo, começou a ficar muito branco, e dali mesmo ligou pelo telemóvel para um seu amigo que era médico:
- Cardoso, acho que devo estar com algum problema sério ! Enchi a retrete de fezes. Nunca vi tanta assim na minha vida!... está á quase até cima!
- Oh Anselmo, com certeza que estás a exagerar!
- Qual exagero, qual quê !!! Estou na casa de banho a olhar para esta porcaria toda! Isto é um absurdo! Estou muito doente!!!
- Bom, eu já estava de saída do consultório. Aproveito e passo aí que é a caminho de minha casa!
O médico chega e vai directo ao amigo, que estava à espera à
porta da casa de banho.
- Olá, Anselmo, ora vamos lá ver isso que tu............ CÉUS!!! O que é isto??? Que é que tu comeste, criatura???
- Eu não te disse?! Agora acreditas?!
- Isto é incrível! –diz o médico
- Então, será que tenho algum problema sério?!
- Olha, o melhor é levar uma amostra disto e mandar para análise!
O médico tira uma pequena espátula e um frasco esterilizado da sua maleta e quando espeta as fezes para retirar uma amostra do material.........
BUMMM!!!!!!!!!!! O balão estoura e voa merda para todo o lado!
Seguem-se instantes de absoluto silêncio.
Os dois amigos, completamente cagados, olham-se.
Estupefacto, o médico berra:
- Fooooda-se !!!! Achava eu que em 30 anos de medicina já tinha visto de tudo, mas um peido com casca, NUNCA !!!
publicado por Brito Ribeiro às 18:33
tags:

21
Abr 08
O capitão de um navio espanhol em manobras perto da costa norte de Portugal avistou uma luz distante e resolveu enviar uma mensagem via rádio.

Essa mensagem foi captada e gravada por um radio-amador português:
" Aqui é o almirante J. Alonso. O curso do seu navio está em rota directa com o nosso. É favor alterar o seu curso 15 graus para norte.
Câmbio".

O português respondeu:
"Vocês é que estão em rota de colisão connosco. Alterem o vosso curso 15 graus para sul".

O almirante espanhol ficou irritado e respondeu:
"Nós é que exigimos que vocês alterem o vosso curso 15 graus para norte".

O português insistiu.
"Alterem o vosso curso 15 graus para sul".

O almirante (nuestro hermano) ficou irritadíssimo e disse:
"AQUI É DO REAL IBER ESP. O MAIOR PORTA AVIÕES DE GUERRA DA PENÍNSULA,DA REAL MARINHA ESPANHOLA E ESTAMOS EM MANOBRAS COM MAIS 2 FRAGATAS, 2 DESTROYERS E NUMEROSOS NAVIOS DE APOIO. NÓS EXIGIMOS QUE IMEDIATAMENTE MUDEM DE CURSO 15 GRAUS PARA NORTE. ESTAMOS PREPARADOS PARA TOMAR TODAS AS CONTRA - MEDIDAS QUE FOREM NECESSÁRIAS PARA GARANTIR A SEGURANÇA DOS NOSSOS HOMENS E DOS NOSSOS NAVIOS.
CÂMBIO".

E o português respondeu.
"Aqui é do Farol de Montedor. Façam o que entenderem.
Câmbio".
publicado por Brito Ribeiro às 17:47
tags:

14
Abr 08
De semana em semana, as novidades sucedem-se na Liga Portuguesa de Futebol. A maledicência, as desculpas esfarrapadas face ao insucesso desportivo, as suspeitas veladas ou descaradas, a mediocridade e a má gestão de alguns clubes, andam de mão dada com casos que a investigação não esclarece e a justiça não julga.
 
Parece (e é) mais importante manter ad eternum a suspeita, que resolver o problema. E assim proliferam os “apitos”, as escutas sem valor judicial, as declarações bombásticas que nada dizem, uma verdadeira pescadinha de rabo na boca, onde tudo regressa sempre ao início.
 
Depois da mais recente derrota do Benfica na Luz frente à Académica de Coimbra com quem perdeu por uns expressivos 0-3 e baixar para quarto lugar na classificação da campeonato, parece ser mesmo necessário chamar a polícia, dando assim razão ao presidente encarnado, que uns dias antes, após o jogo com o Boavista, declarou que a Polícia Judiciária tinha de entrar no futebol.
 
E eu concordo! Em primeiro lugar para averiguar que raio beberam ou fumaram os jogadores do Benfica antes do jogo. Em segundo lugar para procurarem o presidente que após ter chamado pela polícia, ainda no Bessa, desapareceu para não mais ser visto. Em terceiro lugar porque os espectadores pagaram para ver futebol e assistiram a dois meios tempos de circo e teatro, configurando um crime de burla, esta palhaçada frente à Académica.
 
Poderá a Judiciária iniciar as investigações inquirindo o habitual e costumeiro suspeito do Norte, uma forma de desviar as atenções, enquanto os incompetentes (do costume) olham para o umbigo e fanfarronam mais uma vez o estafado slogan, “para o ano é que é”.
publicado por Brito Ribeiro às 19:26
tags:

Março 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO