Ambiente, história, património, opinião, contos, pesca e humor

09
Jan 10

Como frequentador assíduo da ecopista entre a Cruz Velha e a Meia Légua em Moledo, passo frequentemente pelas alminhas de S. Domingos. Já nem é a primeira vez que me abrigo no alpendre de alguma chuvada inesperada e recordo que há quase sempre alguma vela a arder, certamente lá colocada por devoção.

Até aqui nada de estranho. Aconteceu que tive uma necessidade fisiológica e entrei no pequeno bosque nas traseiras das Alminhas e deparo-me com o espectáculo que as fotos documentam.

Provavelmente quem lá vai retirar as velas usadas ainda não reparou que tem um contentor a 150 metros ou, em alternativa, existem umas coisas chamadas sacos plásticos, que servem para as pessoas transportarem comodamente pequenos objectos de um lado para o outro.

Não havia necessidade de conspurcarem o meio ambiente e darem uma imagem negativa junto a um percurso turístico.

Também se eu não tivesse aquela necessidade...

 

 

 

publicado por Brito Ribeiro às 19:08
tags:

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30



subscrever feeds
Relógio
Visitantes
contador de visitas gratis
Hospedagem de Sites
O Tempo
miarroba.com
Buffering...
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO