Ambiente, história, património, opinião, contos, pesca e humor

10
Nov 15

Jose_malhoa_bebados.jpg

Sobretudo no norte e no centro, o dia 11 de Novembro é, de um modo geral, festejado com magustos de vinho e castanhas. Em muitas regiões rurais, designadamente no Minho, a festa está associada à matança do porco, e é influenciada pela euforia e pelo sentido de plenitude que possui a natureza de uma festa doméstica, muitas vezes a mais importante do calendário familiar. Todavia, o significado mais profundo e original do S. Martinho deve procurar-se nas suas relações com o vinho.

 

     No dia de S. Martinho,

     Mata o teu porco

     E prova o teu vinho.

 

Tradicionalmente é no dia de S. Martinho que se inaugura o vinho novo, que este se prova e se atestam as pipas. A velha legislação municipal proibia em muitos locais a venda do vinho novo antes do S. Martinho, sob pena de multa.

Nas zonas vinícolas há cerimónias características como as “procissões dos bêbados", onde se parodiam os cortejos religiosos e tem na sua base, por vezes, uma irmandade burlesca, a “Ordem” ou “Confraria” de S. Martinho, cujos membro se recrutam entre os mais afamados “bebedolas” da localidade, sendo atribuído o cargo de “juiz” ao maior bêbado, seguido do “mordomo”, do “secretário”, “tesoureiro”, “vogais”, etc.

 

     No S. Martinho bebe o vinho,

     E deixa a água para o moinho.

 

Fonte: Festividades Cíclicas em Portugal - Ernesto Veiga de Oliveira

publicado por Brito Ribeiro às 12:34
tags:

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Relógio
Visitantes
contador de visitas gratis
Hospedagem de Sites
O Tempo
miarroba.com
Buffering...
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO