Ambiente, história, património, opinião, contos, pesca e humor

13
Fev 11

O desafio era subir ao Cabeço do Meio Dia, em Arga de Baixo e daí rumar à parede de escalada de Penice, conhecer as quedas de água das Penas e regressar pela Chã das Franqueiras até ao ponto de partida. Nove quilometros dizia a organização (CISA), treze dizia o GPS de um participante, num carrocel de sobe e desce entre paisagens deslumbrantes e veredas aconchegadas por muros de xisto e carvalhos retorcidos pelos ventos, quase sempre presentes a estas altitudes.

 

A concentração antes da partida

 

 

Atravessando uma ponte construida em laje de xisto sobre o Ribeiro d'Arga

 

 

No Cabeço do Meio Dia, junto ao marco geodésico

 

 

Panoramica onde se distingue a Freguesia de Covas à esquerda e Valença ao fundo

 

 

Na parede de escalada de Penice, próximo das antigas minas de volfrâmio

 

 

Quedas de água das Penas no Ribeiro d'Arga

 

 

Poços abertos pela queda das águas

 

 

Capela da Senhora da Rocha (início séc XIX) em Castanheira, lugar de Arga de Baixo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Brito Ribeiro às 14:48
tags:

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28


Relógio
Visitantes
contador de visitas gratis
Hospedagem de Sites
O Tempo
miarroba.com
Buffering...
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO