Ambiente, história, património, opinião, contos, pesca e humor

20
Ago 09

A imagem de 1921 mostra-nos o “Rio Coura” a sair do porto de Aveiro, a reboque de uma traineira a vapor da pesca à sardinha.

 

Este palhabote vai carregado com uma valiosa carga de sal e deveria ser uma das suas primeiras viagens pois foi construído em 1920.

 

Até 1925 dedicou-se ao serviço de cabotagem nacional e internacional e era seu armador Francisco Odorico Dantas Carneiro de Caminha, tendo o barco sido construído pelo construtor caminhense Manuel Ferreira Rodrigues.

 

 

 

Registado no Porto de Caminha, tinha uma arqueação bruta de 103 toneladas, o comprimento de 28,86 metros entre perpendiculares, 6,60 metros de boca e 2,90 metros de pontal.
Em 1925, após venda à sociedade Possidónio Gonçalves Covão & Irmão, de Viana do Castelo, o navio foi registado na praça de Viana, mudando o nome para “ Covão Iº “, mantendo-se a navegar mais 4 anos.
Perdeu-se por encalhe, provavelmente devido ao nevoeiro, a sul do porto de Casablanca, em Marrocos, no dia 3 de Junho de 1929.
Fontes: naviosenavegadores.blogspot.com
publicado por Brito Ribeiro às 11:23
tags:

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
19
22

23
26
27
28

30
31


Relógio
Visitantes
contador de visitas gratis
Hospedagem de Sites
O Tempo
miarroba.com
Buffering...
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO