Ambiente, história, património, opinião, contos, pesca e humor

23
Jan 11

É um problema recorrente, obrigando a que periodicamente seja necessário efectuar dragagens para retirar a (muita) areia, que se deposita dentro do Porto de Mar de Vila Praia de Âncora.

Já ninguém tem dúvidas que existiu um erro de projecto e que a arrogancia do conhecimento, demonstrada durante a construção, perante a critica de velhos e sabidos pescadores, não passava de treta mole de técnicos feitos a martelo.

O certo é que ninguém foi responsabilizado pela asneira, nem da parte de quem projectou, de quem construiu ou de quem devia fiscalizar a obra. O nosso Estado é um espanto, porque de direito não é de certeza!

Curiosa é a opção de fazer, agora, uma requalificação em terra, deixando o erro na obra de mar por resolver. É por esta e por outras do género, que Portugal está com a forca na garganta.

 

 

publicado por Brito Ribeiro às 16:43
tags:

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

30
31


subscrever feeds
Relógio
Visitantes
contador de visitas gratis
Hospedagem de Sites
O Tempo
miarroba.com
Buffering...
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO